30.9.09

Molestação...


"(...) the reality is that in 75 percent of [paedophilia] cases the abuser is known to the child as a family member, a family friend, or a community member who as a high level of access to the child. Through grooming processes perpetrators are able to establish trust and gradually erode the boundaries of the child."


Um tema de que há muito não se ouve falar em Portugal (já lá vão 7 anos desde que se despoletou o escândalo Casa Pia), despertou recentemente a minha atenção e confesso que fiquei realmente enojada com algumas coisas que encontrei e li na Internet... Que a maioria dos abusos sexuais ocorre levados a cabo por molestadores próximos, familiar ou socialmente, da criança, já eu tinha noção, mas é revoltante perceber que nem sempre temos a consciência de que pode acontecer a alguém da nossa família, do nosso círculo de amigos... Ainda não tenho filhos, mas só de imaginar que alguém possa cometer uma atrocidade destas com a minha afilhada de 9 anos, assumo que acho que seria capaz de matar quem o fizesse...

Não imagino a imensidão do trauma que será para uma criança ser molestada vezes sem conta, por alguém que tem permissão para entrar na sua casa, no seu quarto... E a confusão de sentimentos que sente, já que estudos indicam que a criança geralmente se sente culpada e é manipulada de tal modo que não confessa a ninguém o que fazem com ela...

Nos dias que correm, tendo em conta que não podemos confiar no estereotipo do violador/pedófilo que nos foi "impingido" pelos media, é preciso ter atenção sextuplicada ao sítio e à pessoa a quem "entregamos" as nossas crianças... Porque as aparências iludem e a pessoa que nos parece "normal" pode precisamente ser um desses VERMES...


De acordo com os psicólogos os sinais/indicadores comportamentais mais frequentes de que uma criança está a ser molestada são:


- Mudança radical na forma de agir

- Aumento intenso e repentino da agressividade

- Pesadelos frequentes

- Mudança brusca na forma como se expressam (desenhos por exemplo)

- Medo descabido de determinadas pessoas (não necessariamente do perpetrador)

- Reacção aversiva a ser tocado(a) fisicamente


Portanto, fiquem atentos...


A propósito deste tema, continuo sem perceber como ainda há pais (muitos, muitos mesmo!!!) que vão para grandes superfícies comerciais com os filhos e nem sequer andam "de olho" neles... Esquecem-se que num piscar de olhos uma tragédia pode acontecer e alguém os levar...



27.9.09

Férias em Tavira com o meu AMOR...




22.9.09

"NO MATTER HOW BADLY A THING IS HURTING US... SOMETIMES LETTING IT GO HURTS EVEN WORSE..."*

I'm in HELL without you... I will LOVE YOU forever...
(*Grey's Anatomy, Season 4, Episode 2)