23.10.08

QUERO UM HOMEM QUE ME FAÇA A MARMITA!!!

Achei que eram mito, lenda, história contada por mentirosas gabarolas... Mas não!!! Eles existem! Homens que lavam, passam, arrumam e (ESPANTEM-SE!) ainda cozinham (E BEM!!!) para as namoradas/esposas... Ouvi dizer que um dos meus colegas fazia diariamente a comidinha e preparava o respectivo tupperware para a sua namorada, com quem partilha a vida e a casa. O choque :) só não foi maior tendo em conta o rapaz em questão... Porque, perdoem-me os homens se estou a ser injusta, mas que esses escasseiam, escasseiam... Ainda não tive a sorte de encontrar um assim para mim, dado que, ao que tudo indica, já estão todos ocupados... É pena...
Doravante, será este o mote da minha vida:
QUERO UM HOMEM QUE ME FAÇA A MARMITA!!!...

20.10.08

Vendo carro sem piscas...

Tenho quase a certeza de que deve haver por aí algures um stand que vende automóveis mais baratos, construídos sem piscas... É a única explicação plausível que encontro para o grande número de condutores portugueses que simplesmente não utiliza as luzes de sinalização de mudança de direcção... Ou então esses indivíduos pertencem todos a uma seita ou religião que os proíbe de avisar quem circula atrás ou em paralelo, quando se resolve abandonar a via ou até parar nela...
Perdoem-me a intransigência, mas não acho normal um gajo parar onde bem entende e nem se dar ao trabalho de pôr a m**** dos 4 piscas...

8.10.08

Perfect Imperfection...

An American author named Sam Keen once wrote: “We come to love not by finding a perfect person, but by learning to see an imperfect person perfectly". To love someone by surrendering all our deepest feelings requires that we learn how to see through the flaws. Sometimes life can be so threatening to relationships that walk in thin glass that we have to be very careful in order to preserve sanity…

At this specific point of my life I’m really sure that love can make the most astonishing changes in a man’s heart… It may causes the most breathtaking joy or the worst heartache filled with gloom… But nothing is in vain…

Truth is LOVE can really perform magic…

1.10.08

Manual de Instruções...

É mais do que dado adquirido que todos os machos (termo propositadamente utilizado para dar uma conotação animalesca... :)) gostariam que todas as mulheres viessem munidas de um “Manual de Instruções”... Ah, e tal, “porque são muito complicadas, nunca dizem o que realmente pretendem, bla, bla, bla... Whiskas saquetas...” GAJOS!!! Já pensaram que tendo em conta o padrão observado nós até somos todas muito simples??? Não vos é suficiente a experiência com duas ou três para perceber que a mecânica da coisa é até (duuuuuuhhhhhhh!) bastante semelhante???
Para que não voltem a acusar-me (injustamente... ou não...) de feminismos vou tentar aqui abolir alguns mitos no que respeita à nossa forma de comunicar e expressar:

(Bem úteis para os vossos relacionamentos actuais e/ou futuros... lol...)



1. Quando nos perguntam “o que é que tens?” e nós respondemos “nada”, mas naquele tom que vocês sabem que indicia o contrário, é porque queremos apenas testar o quão interessados estão em ouvir-nos e o nível da vossa preocupação...

2. Nem todas as vezes que vos damos para trás quando avançam significam que não nos apetece... Podemos apenas querer dificultar um pouco a coisa para aguçar o vosso apetite...

3. Se perguntamos: “amor, qual destes vestidos me assenta melhor?” não estamos de forma alguma a pedir conselhos de moda nem à espera que a resposta seja “o 1º, querida, pois faz realçar a cor dos teus olhos”... Não nos interessa a vossa escolha!!! Só estamos a exibir-nos!!!

4. Vocês podem ter planeado assistir a um derby com os amigos, mas se a mulher passa à vossa frente de lingerie sexy intencionalmente ai de vocês que se atrevam a dispensá-la... (nem que seja uma
quickie...).

5. Mais grave do que não reparar numa mudança de visual é dizer “tens algo de diferente...” sem ter a menor ideia de qual foi a alteração. Isso prova que de cabelo castanho com madeixas loiras ou preto com madeixas ruivas vocês não consideram a vossa mulher única e com características inigualáveis...

6. Não vale a pena vocês responderem aos nossos lamentos acerca de um desentendimento com uma amiga se for para ficar do lado dela!!! É preferível utilizarem o velho truque de abanar a cabeça...

7. Muitas de nós deixam de dizer aquilo que verdadeiramente lhes vai na alma porque desse lado o discurso é sempre o mesmo: “lá estás tu com as tuas coisas...”. Vocês esquecem-se é que essa frase a nós já nos soa a confirmação de suspeitas... :)


Eu podia ficar aqui eternamente a iluminar o vosso intelecto com mais pérolas sobre as mulheres :), mas corríamos o risco de extinguir a magia que se mantém há tantos milhares de anos...
Parem de se queixar! Tudo perderia a piada se nos compreendessem e se NÓS VOS COMPREENDÊSSEMOS...